quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Duas Caras (para Agnaldo Silva)


Elite prefere correntes à consumidores.
Extermínio de traficantes de graça.
Sem investimentos públicos e fardas de cores.
Sem esgoto, sem escola, sem praça.
Quem paga?
Quem sofre
a praga
Sem cofre.
O tráfico rende mais sem armas,
porque a desgraça agora se espalha.
Mantenham a senzala!
Mas agora, escravo mesmo paga
a conta de sua manutenção.
Sem arma, sem bala, sem fogo.
O pobre carma, se cala neste jogo.
Controle estatal sem farda cobra além do imposto.
No lugar de urbanizar que gera custo.
Mantemos o luxo.
Propagando o falso certo
pelo elitizado braço da midia.
Quem dera não haver favela,
para nunca existir milícia.
.
Gustavo Moura Brasil
.
.
Artigo Semelhantes:
.


0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO