sábado, 28 de março de 2009

Poesia do Oportuno



Poesia do Oportuno

Oportuno era forte.
Homem de sorte.
Aproveita o que pode.

Um dia ficou parado
vinte quatro horas.
Parecia que o mundo passou
e não agarrou os minutos.

Decidiu não perder mais tempo
Aproveitar com abraços
todos traços de oportunidade.
Viver antes arrependimento.
Amar e deixar ser amado.
Principalmente não ficar calado
diante de um lindo sorriso.

Carlos Caro (Gustavo Moura Brasil)
.
mais Carlos Caro:
A vida está na rua

Artigo Semelhantes:
.
Rio de janeiro - Qual é a violência?
poesias – Gustavo Moura Brasil
Destaque - Augusto dos Anjos
Culturas Cariocas
Gustavo Moura Brasil - Contos
Novo intelectual do Brasil
Confissão - Charles Bukowski
.
.
.
Vá para o google, yahoo, blogger, dihitt, blogblogs, pagina inicial, Tamborim Design, Planta Saudável, Saúde com Vida


0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO